segunda-feira, julho 13, 2015

Bom dia (meu) Mundo!

Durante algum tempo deixou de haver na minha vida "espaço" para a cozinha. Cozinhar começou a ser aquilo que nunca tinha sido, uma quase obrigação. Nos meus fins de semana particularmente começou a notar-se esta ausência e a falta de tempo foi sempre a desculpa mais à mão que fui dando a mim mesma, mas a verdade é que para mim cozinhar sempre foi sinónimo de serenidade, prazer, felicidade.....

Sinto que começa a haver novamente o tal "espaço" e um dos motivos [há outros que merecem muito ser contados, mas lá chegaremos] é sem dúvida este grupo (clicar em cima pode causar dependência, aviso já!) que me surpreende a cada dia!

Neste fim de semana, entre outras coisas muito doces, houve espaço para isto!



CHEESECAKE DE FRAMBOESA



Na lista de compras

2 pacotes  de queijo creme (marca branca Pingo Doce sempre, para mim é o melhor em relação qualidade/preço)
2 pacotes de natas
6 c. sopa bem cheias de açúcar
4 c sopa de manteiga
1 pacote de bolacha maria ou torrada
2 pacotes de Cuajada (ou 6 folhas de gelatina incolor, mas o toque especial desta cheesecake vem mesmo da cuajada)
100ml de leite (apenas para desfazer a cuajada)
Doce de framboesa e framboesas frescas para a cobertura

Na bancada da cozinha

Triturei as bolachas na Bimby,  alguns segundos na vel.7,  juntei  a manteiga que estava à temperatura ambiente  e misturei mais alguns segundos até ficar homogéneo.  (na falta de bimby, é usar o liquidificador)

Fui a correr pedir a forma de aro emprestada, cobri o fundo com a base forrada com papel vegetal , calquei bem e levei ao forno a 180º durante 5 minutos.

Pedi ao meu ajudante que rapidamente desligasse o forno porque o dito é tão, mas tão bom, que mais de 5 minutos e teria base de bolacha cor de oreo. Ele desligou mas não tirou de dentro a forma e acabei por ter na mesma a base da cor da bolacha oreo, mas esta parte não é para contar porque para tudo há solução e se eu disser que a culpa foi dele, para a próxima não me ajuda!

Entretanto na bimby,  juntei o queijo, as natas, o açúcar e a cuajada  já diluída e liguei 6min, vel.4, 90º. (na falta de bimby é levar estes ingredientes ao lume num tacho e ir mexendo sempre até levantar fervura e ganhar consistência).

Verti o preparado por cima da base de bolacha (que já tinha a cor normal, não a cor de oreo) e levei ao frigorifico para solidificar.

Fui jantar e quando regressei, cobri a cheesecake com doce de framboesa, decorei com framboesas frescas e amêndoa laminada e no dia seguinte levei-a a passear até à Costa da Caparica onde foi muito bem recebida (e eu também, já agora)!

Boa semana gente gira!
     

quinta-feira, julho 09, 2015

Bom dia (meu) Mundo!

Hoje acordei a sonhar com espaços de refeição assim, inspiradores. Acordei com saudades da minha casa cheia, da mesa carregada de comida e bebida, dos amigos com quem temos sempre que falar e com quem conseguimos rir de tudo e de nada. 

Hoje despertei a constatar que não é o espaço vazio na sala que [ainda] me incomoda, não é a falta da mesa ou cadeiras que me faz confusão. É talvez a ausência do barulho feliz de uma casa cheia. Daqueles que deixei de conhecer [ou talvez deva dizer que me deixaram de conhecer, não sei bem]. Dos que nunca precisaram de convite para estar, mas que também não sentiram necessidade dele para sair.

E este pode até parecer, mas não é um "bom dia" triste! É um bom dia saudoso, mas sobretudo ansioso de tudo [e todos] o que ainda estão para chegar [e ficar, já agora]!


















terça-feira, julho 07, 2015

Praia ou piscina?


Por cá adoramos pôr os pés na areia, mas confesso que não estando de férias com o mar ali à porta, toda a logística de uma simples ida a qualquer praia da capital me deixa exausta, especialmente quando as miúdas estão comigo.

A carrada de brinquedos, comida, guarda-sol debaixo do braço, muda de roupa e pó talco para tirar a areia, o tempo desperdiçado dentro do carro no trânsito, as voltas intermináveis para estacionar (Já aconteceu mais do que uma vez acabar por dar meia volta de regresso a casa, por não conseguir encontrar estacionamento), elas a perguntarem de dois em dois minutos quando é que chegamos, é cenário que me deixa de cabelos em pé!

Na tentativa de minimizar a velocidade a que me nascem novos cabelos brancos e porque agora também vou tendo mais algum tempo só para mim (e confesso, mil vezes uma espreguiçadeira à beira da piscina), comecei há uns tempos a procurar alternativas. 

Num dos meus posts na página do facebook onde pedia sugestões de piscinas, foi-me sugerida a piscina do Arriba que tive oportunidade de conhecer na passada sexta feira e onde passei uma tarde muito agradável!

A piscina oceânica do Arriba fica no Guincho, o que devem imaginar, nos permite dar uns mergulhos com uma vista soberba sobre a praia [se tal como eu são friorentos e ficam logo com receio do vento que normalmente se sente por aquela zona, posso dizer-vos que a piscina se encontra tão bem localizada que acaba por estar totalmente abrigada].



O solário natural da piscina, permite-nos desligar completamente dos aborrecimentos do dia-a-dia e dá vontade de ficar ali, só a aproveitar o sol e o som maravilhoso do mar. Mas deixo que as fotos falem por mim.








Junto à piscina encontra-se o restaurante "Molho de Tomate" que serve refeições leves, caso a fome aperte. Experimentem o sumo de morango!






A piscina tem estacionamento gratuito e está aberta das 10h às 19h.

No dia em que estive na piscina não tinha as miúdas comigo, mas certamente que as levarei a conhecer e que vão adorar! Não fosse a ausência de chapéus de sol e de um "pacote" mais convidativo para famílias (torna-se um pouco dispendioso no meu caso), seria um spot fantástico para passar lá muitas tardes com elas!

Morada: 

Edifício Arriba, Estrada do Guincho 2750-642 Cascais

Entradas:

Diária Adulto semana – 12€

Diária Adulto fim-de-semana e feriados – 17€

Diária Criança (2 aos 12 anos) – 10€










sexta-feira, julho 03, 2015

Sushi Fest




O local foi muito bem escolhido, os jardins do palácio do Marquês de Pombal são maravilhosos e ao chegarmos encontrámos um ambiente perfeito, inspirador e que conseguia transportar-nos até ao Japão.

Espreitámos os vários expositores, entre os quais destaco a mercearia japonesa com produtos muito interessantes.



A Tetley (a quem aproveito para agradecer. Para quem não sabe, ganhei o convite no passatempo lançado pela marca) tinha um espaço muito cool onde aproveitámos para relaxar um pouco e beber um chá de manga maravilhoso!




E estava tudo muito agradável até à hora de ir provar o sushi. Foi mauzinho. Nós até conseguimos comer e repetir duas vezes, mas as filas intermináveis que enfrentámos durante tanto tempo e enquanto éramos devorados por melgas e morríamos de frio nem sequer se pode dizer que tenham sido compensadas porque o sushi estava mau. 

A minha vontade de estar no sushi fest era grande desde o momento em que soube do evento e foi crescendo à medida em que ia acompanhando a página do mesmo, onde nos prometiam sushi de qualidade e confeccionado por chefs. Ontem comemos sushi mal confeccionado onde nos ouvíamos trincar o arroz quase cru e onde era impossível digerir a alga de tão dura.




Que desilusão! Não conseguíamos parar de deitar as mãos ao céu por termos tido a sorte de ganhar o convite e achamos legítimo que quem tenha pago por aquilo, se sinta enganado! 

Valeu o grande concerto dos Amor Electro!



quinta-feira, julho 02, 2015

O que comer na praia

Confesso, sou esquisitinha no que toca a snacks para levar para a praia. Cansam-me as sandes aborrecidas de queijo, fiambre e até as de ovo com tomate já são monótonas!

Levo sempre fruta (orgulhem-se de mim, vá) mas na verdade não chega, tenho sempre fome (não, não sou das que perdem a fome na praia) e se levar as miúdas então, somos três a pensar só no que vamos comer a seguir!

Vivia muito bem apenas com as bolas de Berlim, mas não vou sempre sozinha, ao preço que está cada uma e ao enjoo que fico (a idade não perdoa) a cada dentada no açúcar, tive que começar a pensar em alternativas!

Deixo-vos como sugestão estas quesadillas que levei um destes dias e que gostámos muito e fico também à espera de ideias desse lado!

QUESADILLAS MIX


Ingredientes

É um pouco ao gosto de cada um, desta vez basicamente abri o frigorífico e usei que tinha por lá!

Tortilhas (uso as do Aldi pela qualidade/preço)

Queijo creme (o da marca branca do minipreço é uma boa opção)

Tomate

Rúcula

Fiambre de perú

Salame 

cogumelos salteados (salteei cogumelos frescos em azeite, alho e tomilho)

Também podem usar frango, pepino, sobras de carne assada, ovo mexido, atum e tudo o resto que a vossa imaginação e vontade ditarem!


Modo de Preparação

Não tem grande ciência!

Parti as tortilhas em quatro (como na foto), barrei com o queijo creme e fui pondo os ingredientes e aqui é mesmo ao gosto de cada um! 



De seguida dobra-se e está feito!



Querem conhecer o grupo de cozinha mais fixe do mundo? Venham aqui (clicar em cima)!





segunda-feira, junho 29, 2015

Praia sem filhas!




Expectativa

- Ler!
Conseguir finalmente pôr em dia a leitura dos três livros deixados a meio por falta de tempo!

- Deitar-me e ficar ali, apenas a apanhar sol o tempo que bem me apetecesse!

-  Conseguir estar na toalha sem o cocktail de areia com que fazem sempre questão de me brindar.



Realidade

- Acabar por me esquecer dos livros todas as vezes que fui à praia.

- De cinco em cinco minutos, levantar a cabeça da toalha para ver se elas estavam na sombra, se estavam a chatear alguém, se não tinham desaparecido e a cada vez o click, “ah espera, não estão cá”.
 
- Chegar à conclusão que preciso de uma toalha maior, bichos carpinteiros que trazem areia para cima deve ser coisa genética, afinal.

segunda-feira, junho 22, 2015

A festa da Família!



Está quase a chegar o dia da grande festa da família, que à semelhança das outras 8 edições, se realizará no Parque dos Poetas, em Oeiras e com entrada gratuita!

No dia 5 de julho, entre as 10h e as 20h, as famílias que passarem por lá, poderão participar em várias atividades, todas elas com a forte componente formativa, informativa e sempre divertida que carateriza o BARRIGAS DE AMOR®.

E se este ano há novidades boas! 

A maior novidade desta 9 ª Edição, é o Clube BARRIGAS DE AMOR, um novo conceito que foi exclusivamente pensado numa perspetiva de poupança para as famílias. Grandes descontos em diversos produtos e marcas, a pensar em todos, neste dia tão especial.

Além das várias atividades para todos, caso pretendam fazer umas compras giras, poderão ainda visitar o espaço Market , onde será possível encontrar diversas marcas de moda infantil, mamã, puericultura, decoração e outros.

A vertente solidária como habitualmente, não foi esquecida e teremos por isso mais um "Momento de Partilha" onde a comunidade BARRIGAS DE AMOR®, da qual orgulhosamente faço parte como mãe blogger, irá fazer o donativo com entrega de cheque à Fundação do Gil

Se por acaso me quiserem dizer olá, é às 16H e estarei por ali perto do Gil, onde também poderão contribuir com brinquedos, alimentos e bens diversos, a serem entregues no espaço Momentos de Partilha/Fundação do Gil!

Espero ver-vos lá!

[Caso ainda não estejam convencidos, espreitem AQUI para ficarem a saber tudinho ao pormenor!]


Bom dia (meu) Mundo!

"O mundo está cheio de pessoas boas, se não consegues encontrar nenhuma, sê uma!"